Perfume – História, curiosidades, estilo e etiqueta

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail

Depois de alguns anos trabalhando em grandes players da cosmética nacional, aprendi muito sobre perfumaria e o poder do marketing olfativo e este conhecimento sempre me faz refletir sobre algumas pérolas que ouço por aí, a melhor é: “Compro perfumes que não são muito conhecidos ou vulgo, populares pois, não quero ter o mesmo cheiro que a maioria das pessoas, quero exclusividade”. Esse sentimento de exclusividade é uma premissa da atualidade, as grifes estão customizando suas bolsas para atender a esse desejo e é possível criar sua própria fragrância durante um workshop na icônica 4711 em Colônia, na Alemanha.

Agora vamos falar da realidade: Já aconteceu com você, de gostar muito de um perfume ao abraçar uma amiga que, cometeu o impulso de comprar o mesmo perfume só que em você não ficou tão bom? Fato: Somos exclusivos! Exalamos, mesmo sem perceber, um odor próprio e ao usarmos qualquer perfume ou desodorante, esse nosso cheiro se mistura com o que acrescentamos produzindo uma nova fragrância exclusiva de cada um. Então esta não deve ser uma preocupação sua: “ter uma fragrância exclusiva”, pois isto é fato!

Da mesma maneira que é este mesmo odor natural que, mesclado ao perfume, que os cientistas italianos descobriram ser este um dos primeiros sinais do fim do romance, quando o cheiro do outro se torna insuportável. O cheiro corporal é tão único como as impressões digitais. Cada organismo produz seu próprio aroma a partir de sua dieta, processos químicos e os chamados compostos orgânicos voláteis. Cientistas trabalham na criação de dispositivos especiais para identificar aromas individuais, com o fim de encontrar criminosos, terroristas ou crianças desaparecidas.

Mesmo não nos dando conta, possuímos 25 milhões de células olfativas e o cheiro está em tudo: no amor, no apetite, nas melhores lembranças. Sim, o olfato é responsável pelo maior número de memórias que registramos. Atentos a isso a indústria usa deste artifício para vender o famoso marketing olfativo. Quem nunca passou em frente a uma loja de cama, mesa e banho e não se encantou com a sensação de relaxamento e aconchego da fragrância exclusiva deles que, graças a volatilidade, se espalha fora da loja?

Principalmente as franquias se utilizam deste artifício para determinar e manter a coerência de padrão de imagem em suas unidades. Se você entrar em uma loja de roupas franquiada em SP ou no RN, a fragrância no ambiente da loja será o mesmo para te passar a sensação de padrão, ordem e mesmo cuidado vinculas à marca. Em alguns casos a fragrância é até vendida assim a marca fica no inconsciente do cliente até dentro do seu lar.

Se as fragrâncias têm tanto poder, será que utilizamos ele a nosso favor? Assim como as roupas e acessórios, os perfumes transmitem a nossa mensagem, quem somos, nosso estilo de vida, personalidade, podendo atrair ou repelir nosso interlocutor. Cheiros estão ligados à emoções e sensações sempre. Será que você está escolhendo a fragrância que realmente transmite quem você é?

Vamos começar pelo básico:

 

 

Classificação dos perfumes e sua fixação:

Extrato – possui até 40% de essência – até 24h

Eau de Parfum – até 12h

Eau de Toilette até 8h

Eau de Cologne até 6h

 

Importante ressaltar que dependendo da medicação, alimentação ou bebidas que consumir esta fixação poderá variar. Expelimos boa parte do que consumimos através do suor e por este motivo “o que entra, sai”, a fixação poderá ser alterada para menos. Antibióticos, peixe cru, condimentos, temperos e álcool prejudicam a fragrância final e a fixação do perfume em nossa pele. Fique atenta.

 

Famílias Olfativas:

Cítricos: Um dos mais populares da perfumaria feminina e masculina, são suaves e refrescantes e por isso muito voláteis, indicados para dias quentes e pessoas de personalidade ativa, moderna e despojada. Possuem em sua composição: Limão, mandarina, bergamota e outros cítricos

Aromáticos: Folhas verdes, frescas e elementos aquáticos, é o diferencial desta família excelente para dias quentes e pessoas que curtem a natureza e sua paz.

Frutais: São compostos por frutas doces como pêssego, maçã, lichia, cereja e frutas vermelhas em geral e mesmo que te surpreenda não são exclusivos da perfumaria feminina. Para mulheres de alma jovem, inovadora e com toque de humor.

Floral: São verdadeiros buquês, típico perfume da mulher clássica, com: jasmim, lírio, rosas e gardênias

Orientais: São aveludados, quentes e na maioria das vezes doce, com: âmbar e baunilha, elementos pesados que favorecem maior fixação dos perfumes desta família. Sensualidade é a mensagem transmitida, portanto, cuidado onde e com quem vai usar.

Gourmand: Com elementos típicos da culinária como: marshmallow, praliné, chocolate, mel, amêndoas, caramelo, açúcar, café, crème brûlée. Aqui a sensação transmitida é de “querer comer”.

Amadeirado: Família típica da perfumaria masculina, mais seco levando em sua composição: pinho e sândalo.

Especiados são aqueles que usam especiarias como: canela, cravo, noz moscada e pimenta. Transmitindo mistério e sensualidade.

Chipre: Sofisticação pura! Excelente para aquela festa! Consegue reunir o frescor dos cítricos ao fundo quente do musgo e carvalho (amadeirado).

 

 

Sobre você, qual sua personalidade, preferências, estilo de vida, rotina…?

No site: www.brasilessencia.com.br há um teste muito bacana para você fazer, onde te sugere várias opções de perfumes nacionais e importados de acordo com a sua vida e escolhas. Depois de fazer o teste que tal unir todas as informações para ser extremamente assertiva na escolha de qual perfume usar de acordo com ocasião e horário? Sim, perfume é uma parte muito importante da sua imagem, pode ser sua marca registrada, desde que seja uma boa emoção que transmita nos demais, então atenção a etiqueta quanto a horário, temperatura e ocasião são muito importantes!

Vai para academia perfumada? Só se for com água de colônia, deixe para o pós-banho a escolha do seu perfume do dia.

Quanto mais quente a manhã mais leve terá de ser a concentração da essência de perfume, priorizando as águas de colônia. Em um país tropical como o nosso é costume no Nordeste se utilizar dessas águas em abundância e com reaplicação ao longo do dia. É mais elegante reaplicar que “aparecer” de forma inconveniente por estar causando mal-estar e dor de cabeça nas pessoas que encontrar pelo caminho.

A opção eau de toilette é perfeita para um dia de trabalho, lembre-se que perfumes muito marcantes são sensuais, portanto evite no ambiente de trabalho.

Vai sair à noite? Independente se é um jantar romântico ou balada, uma mulher sempre tem seus truques de beleza, retoca a maquiagem, troca os acessórios, este é o momento de investir naquele perfume eau de parfum ou perfume mesmo caso ele seja extremamente intenso, guarde intensidade para momentos específicos.

Entrevista de emprego, por mais sensual, feminina ou romântica que seja, evite potencializar essas qualidades usando perfumes mais “neutros” que se adequem ao histórico, da maioria das pessoas. A impressão que o entrevistador tem que ser do seu profissional e não do seu perfume. Aromáticos e cítricos são uma excelente escolha.

A família floral transmite feminilidade da mulher clássica, não é por acaso que 50% das fragrâncias femininas estão nesta categoria. Excelente opção para ocasiões de trabalho, do dia-a-dia a entrevista de emprego. Garanta apenas que no conjunto da produção roupa, acessórios e perfumes transmitam competências inerentes ao cargo.

 

Curiosidades sobre perfumes:

– Somos o consumidor número 1 de perfumaria no mundo totalizando 27 bilhões de reais equivalente a 15% das vendas do mundo.

– Os primeiros perfumistas foram sacerdotes egípcios há mais de 5 mil anos atrás.

– Chegou no Ocidente pela Europa, que lança moda desde o século XIV cada vez com mais notas e aromas.

– Marilyn Monroe dormia somente com umas gotas de Chanel No. 5.

– Bonequinha de Luxo (livro), usava Água de colônia 4711 criada em 1792 em Colônia, Alemanha. A colônia teve sua inspiração no número da casa do proprietário Wilhelm Mülhens.

– Primeiro perfume desenvolvido por estilista – Le parfum de Rosine.

– Miss Dior fragrância que acompanhou o New Look com a silhueta bem marcada – 1947.

– Na década de 80 reinaram: Opium, Poison e Armani que transmitiam a realidade da mulher profissional da época.

– Nos anos 90  Thierry Mugler é o primeiro a incorporar alimentos na composição, criando Angel.

– Ck One lança o perfume e uma mensagem unissex, super atual com o foco do sem gênero, dos dias de hoje, não é à toa que é uma das fragrâncias mais copiadas no mundo.

 

Gostou? Tem dúvidas? Deixe seu comentário abaixo, por favor.

 

 

Beijo grande!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail