Marie Kondo – Organização traz felicidade?!

Comecei assistir a nova série da Netflix – Marie Kondo sobre organização e felicidade e achei sensacional esta percepção.

Confesso, sempre sofri, desde pequena, com falta de organização, sempre fui daquelas que falam “Eu me acho na minha própria bagunça”, que guarda tudo de cabeça e assim era até eu conhecer a Tatiana França, personal organizer.

Aprendi com a Tati não apenas dobras e técnicas de como montar uma mala com mais espaço e menos peças amassadas, aprendi que organização traz leveza. Creio que seja esta felicidade a que Marie Kondo se refere.

Quando somos organizadas tudo flui naturalmente e suavemente, ao contrário das trapalhadas e perda de tempo do oposto, a bagunça. Uma questão mágica para mim foi realmente ter agenda.

Tirar um mundo de coisas da minha cabeça e deixa-las exclusivamente na agenda, acessar estas informações quando preciso, ticar as realizadas, visualizar meu dia, priorizar… foi um descanso!!! Eu não tinha me dado conta até então do quão estressada e estafada eu ficava de armazenar tanta informação no lugar errado, na minha mente.

Sobre meu guarda-roupas, gosto dele como uma loja, é nele onde faço “compras” diariamente para me vestir, mas sei que a realidade não é bem essa para a maioria das mulheres e levante a mão quem nunca:

– Comprou uma peça muito parecida com a que tinha porque na bagunça achou que não a tivesse mais.

– Descobriu aquela peça que nem lembrava mais, escondida no fundo de uma gaveta bagunçada.

– Comprou um item que não combinava com nada do que você já tinha.

Isso acontece naturalmente se você não sabe ou não visualiza o que tem. Se você quer se vestir todos os dias com clareza, tranquilidade e prazer, aqui vai uma dica: Assista o primeiro episódio da série Marie Kondo no Netflix e faça você mesma, colocando todas suas roupas sobre sua cama.

Este não é o método de organização de guarda-roupas que utilizo, mas é muito eficiente para identificar o quanto se tem e com isso criar uma consciência sobre o que realmente precisamos. A técnica é sentir se cada peça de roupa ou objeto te traz alegria.

Se temos muito, que tal experimentar outras combinações dentro do que você já tem antes de colocar mais um item em sua lista de desejos? Eu sei, um sapato novo faz milagre, mas este milagre é tão momentâneo e dependendo da quantidade de milagres que você precisa em um mês, é capaz de trocá-los por uma viagem anual.

A bagunça ou a organização são duas faces da mesma moeda e ambas trazem consequências para seu estado de humor, a questão é escolher qual te deixa bem e iniciar seu plano de ação:

1 – Deixar tudo como está e continuar desculpando-se sempre por tudo e para si mesma .

2 – Começar a esvaziar as gavetas, maleiros, guarda-roupas, baús e interditar o quarto pelo final de semana todo.

Quando terminar você me fala se a arrumação abriu espaço para felicidade.

Publicitária, Produtora de Moda, Personal Stylist, Consultora de Imagem especializada em acessórios pela renomada escola francesa Ecole Supérieure de Relooking. Atua com a autoestima feminina há 15 anos, interagindo com conhecimento e seu olhar criativo para que todas (que já passaram ou passarão em sua vida), possam alcançar o objetivo de ser feliz e realizada consigo mesma, em uma leve diversão de esconder e enaltecer o que e quando quiser, para se ser plenamente quem é em estilo, atitude e beleza.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *